Consulta Remédios é destaque em coluna do Dr. Jairo Bouer, no UOL
A busca por informações sobre medicamentos para reduzir ansiedade e tratar depressão aumentou mais de 100% durante a pandemia.
Buscas por medicamentos ansiolíticos aumentam em 2021
Com tantos acontecimentos decorrentes da pandemia e o “novo normal” vivido na atualidade, as buscas por ansiolíticos subiram mais de 50% na plataforma do Consulta Remédios
Matéria do Consulta Remédios no portal Bonde
Com o reajuste nacional em todos os medicamentos de até 10,8%, autorizado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) desde o dia 1º de abril, o que muitos se perguntam é se ainda é possível economizar na compra de remédios.
Confira matéria do Consulta Remédios no portal iDinheiro
A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) aprovou no último dia 31 um aumento de até 10,8% nos medicamentos. Confira dicas para comprar mais barato!
Consulta Remédios em matéria no Band Cidade
Aumentam as buscas por remédios contra Covid-19. Confira na matéria do Band Cidade.
Consulta Remédios em matéria no portal Ricmais 
Produtos relacionados à Covid-19 foram os mais buscados em plataforma de comparação de preços e compra de medicamentos, no Brasil, contabilizando mais de 20 milhões de buscas.
Venda de medicamentos on-line: quais as regras?
Com o crescimento das vendas on-line do varejo farmacêutico, aumentam também as dúvidas sobre como é feita a venda de medicamentos on-line. Existem regras?
Marketplace: o que é? Como funciona?
Dificilmente você irá encontrar uma empresa que não esteja na internet nos dias de hoje. Trata-se do meio mais fácil de alcançar clientes em todos os cantos do mundo.
Mais de 60% dos acessos no site do Consulta Remédios em Janeiro foram via celular
A bula do Ivermectina, medicamento muito procurado e comentado desde o início da pandemia, é a página mais acessada da plataforma via mobile.
Consulta Remédios em matéria do Catraca Livre
Remédios indicados por Bolsonaro são campeões de buscas. Comportamento on-line indica o grau de desinformação provocado pelo governo Bolsonaro.