Mais de 60% dos acessos no site do Consulta Remédios em Janeiro foram via celular

16.02.21 11:37 Por Leila

A bula do Ivermectina, medicamento muito procurado e comentado desde o início da pandemia, foi a página mais acessada da plataforma via mobile

O brasileiro está cada dia mais conectado à internet. De acordo com pesquisa divulgada pela Telebrasil, 7 a cada 10 pessoas acessam a internet no país, o que corresponde a 127 milhões de internautas.


Além disso, o estudo também apontou que 97% das pessoas que navegam na internet fazem isso por meio de smartphone, ou seja, 71 milhões de brasileiros acessando.


No comércio farmacêutico funciona da mesma forma: a plataforma de vendas do Consulta Remédios teve milhares de acessos  por meio de telefonia móvel, somando 60% do total. 


Confira no decorrer do artigo quais as páginas mais acessadas!


Páginas mais acessadas na plataforma do CR

Todas as páginas do site que obtiveram mais acessos via telefone móvel foram referentes o medicamento Ivermectina, muito citado na mídia desde o início da pandemia:

  • Bula (Ivermectina): 320 mil acessos 

  • Como usar (Ivermectina): 94 mil acessos

  • Reações adversas (Ivermectina): 64 mil acessos

App do Consulta Remédios

Levando em conta o grande número de acessos por meio de celulares, o Consulta Remédios também investiu em um aplicativo. Criado em 2019, o app conta com mais de 90 mil itens cadastrados e diversas funcionalidades, como:

  • Busca facilitada, em que é possível encontrar medicamentos pelo nome, categoria, código de barras e até mesmo pelos sintomas;

  • Acesso a mais de 90 mil itens cadastrados de milhares de lojas parceiras;

  • Bulas de medicamentos podem ser consultadas de forma fácil e rápida;

  • É possível criar listas com os produtos preferidos;

  • Acompanhar e fazer o controle de despesas com agilidade;

  • Acesso às ofertas das lojas parceiras em primeira mão;

  • E muito mais!

Com o produto em mãos, o usuário pode encontrar diversos itens de farmácias, comparar preços e ler a bula de medicamentos apenas com a leitura do código de barras, direto no aplicativo pelo seu aparelho móvel. 


Já são mais de 220 mil downloads ao todo, e o app está disponível gratuitamente para os sistemas operacionais Android e IOS


Como vender on-line 

Para que o comércio farmacêutico usufruir de todo esse potencial de consumidores que estão on-line, tanto pelos seus celulares, como por outros dispositivos, é necessário estar online. Em vista de todos esses dados, fica evidente que a farmácia que ficar apenas com as lojas físicas irá perder para a concorrência.


Segundo levantamento divulgado pela Revista Exame, 75,7% dos brasileiros já pesquisam preços on-line antes de ir até uma loja física. Isso significa que, mesmo que seu cliente prefira comprar na loja, ele irá procurar a sua farmácia na internet primeiro.


Ainda segundo a pesquisa, temos a seguinte divisão entre os principais motivos:

  • 83% – Melhor pesquisa por preços;

  • 75% – Comodidade da compra;

  • 73% – Variedade de produtos;

  • 62% – Facilidade em escolher produtos;

  • 59% – Rapidez de compra.

Além do mais, o reforço com os cuidados com a saúde em decorrência do novo coronavírus interferiu na forma como as pessoas fazem suas compras. Dessa forma, comprar de casa, por meio da internet, se tornou a forma mais eficaz de evitar contágio. 


Nesse sentido, o Consulta Remédios disponibiliza uma plataforma de vendas exclusiva para farmácias. É um canal completo, em que o lojista poderá vender os seus produtos de forma facilitada e alcançar milhões de clientes muito mais facilmente.


E o melhor de tudo: não é preciso ter um site ou um e-commerce para aproveitar todos os benefícios do comércio farmacêutico online!

Venda on-line agora