Aumento do consumo on-line: como a pandemia mudou as vendas no varejo farmacêutico.

18.08.20 16:27 Por Usuários CR

A pandemia do Covid-19 aumentou o consumo também no varejo farmacêutico, conforme dados. Saiba como melhorar suas vendas durante esse período.

Em um mundo em constante evolução, quem souber aproveitar as oportunidades do mercado tem mais chances de obter sucesso e se manter em operação.

O e-commerce já era um setor que vinha crescendo cada vez mais, contudo, com o varejo fechando as portas, a única opção para quem ainda não vendia on-line foi entrar para o meio virtual. Porém, para quem ainda não pode – ou não quer, investir em um e-commerce, os marketplaces também têm sido uma das alternativas mais viáveis para os lojistas, incluindo farmácias. Isso porque criar e manter um site traz custos ao empresário, diferente do marketplace, que já tem toda a estrutura pronta para expor os produtos.


Neste artigo, você verá: 

  •  Aumento do consumo no varejo on-line;
  • Aumento das vendas de produtos farmacêuticos;

  • Como aumentar as vendas da sua farmácia.


Consumo no varejo on-line: nova tendência

Esse novo hábito do consumo on-line é confirmado por pesquisas. Segundo dados divulgados peloE-commerce Brasil, 61% dos brasileiros aumentaram as compras pela internet desde o início da pandemia.

Isso fez com que o setor crescesse e, quem quer continuar vendendo, precisa conquistar esse meio. A empresa que investir em vendas pela internet, certamente irá garantir mais lucros.

 

A Forrester Consulting, na pesquisa intitulada  The State of Commerce Experience, feita em maio deste ano, mostra como a pandemia acelerou a procura de empresas pelo meio digital. 

Conforme os dados mostram, a expectativa é que os maiores investimentos para os próximos meses sejam:

  • Tecnologia e ferramentas de comércio: 67%

  • Serviços para implementação de inovação no setor: 63%


 Ou seja, cada vez mais as empresas estão investindo em tecnologia para alcançar o consumidor que está on-line para, consequentemente, aumentar os lucros.


Vendas de produtos de farmácias

Assim como os demais ramos do comércio, o aumento do consumo on-line também chegou ao varejo farmacêutico, que teve grande crescimento durante este período.

A empresa Compre&Confie, que monitora as vendas on-line de grande parte do varejo digital, apontou um crescimento de 128,5% nas vendas na área da saúde, entre fevereiro e março deste ano.

 

Itens para proteção pessoal, encontrados em farmácias, são os mais vendidos dentro desse segmento.


 De acordo com dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, a ABComm, alguns produtos, em especial, tiveram um aumento exponencial em suas vendas entre os meses de fevereiro e março, comparados com 2019: 

  • Álcool em gel: aumento de quase 5.000% 

  • Inaladores: aumento de 900% 

  • Termômetros: aumento de 843%;

  • Higiene íntima: aumento de 98%

  • Luvas cirúrgicas: aumento de 118%.

 

Vitaminas e determinados remédios também tiveram bastante alta. No site do Consulta Remédio, medicamentos relacionados ao Covid-19 foram os que mais tiveram buscas, entre junho e julho. O remédio Invermectina teve mais de 4 milhões de buscas no site dentro deste mesmo período. Nimesulida, Azitromicina e Prednisona também estão entre os medicamentos mais pesquisados.


Além dos remédios, a venda de dermocosméticos também teve um aumento de 50% nos últimos dois meses na plataforma do CR.

Como alavancar as vendas da sua farmácia

O que pode vir à mente do lojista diante desses dados é a necessidade de montar sua própria loja on-line. Afinal, dessa forma irá alcançar o público que está na internet.

Esta é uma ótima alternativa se você já tem uma equipe interna ou um fornecedor de confiança, pois abrir uma loja on-line requer:

  • Uma plataforma que funcione bem;

  • Segura e confiável para quem está comprando;

  • Atenda todas as legislações do ramo farmacêutico;

  • Tenha um (ou mais) Centro de Distribuição estratégico para enviar e viabilizar a entrega dos produtos;

  • Integração do seu ERP com a plataforma on-line;

  • Equipe de marketing digital para criar estratégias de divulgação em diferentes canais.


Essa lista é apenas o começo, há muitas outras coisas, como meios de pagamento, anti-fraude, logística, suporte ao cliente e outros elementos importantes para uma loja virtual.

Uma opção viável para reduzir esses custos iniciais e te ajudar a se preparar para esse mundo digital é utilizar um marketplace para cuidar de toda essa parte mais burocrática e de performance para que você tenha foco nas vendas.

O Consulta Remédios é um marketplace com uma plataforma que tem como objetivo anunciar seus produtos com inteligência de mercado, visando aumentar a exposição da sua marca e potencializar as vendas. Dessa forma você precisa direcionar seus esforços em:

  • Disponibilizar o catálogo e estoque dos produtos que você quer vender;

  • Manter o estoque sempre atualizado;

  • Fazer o envio dos produtos para os seus clientes;

  • Acompanhar até a entrega e satisfação final.


A parte tecnológica, infraestrutura e pagamentos é toda feita por meio da plataforma do Consulta Remédios. A plataforma é um meio fácil e prático de conectar farmácias e clientes, afinal, a empresa que tiver um bom relacionamento com o consumidor durante este período, terá mais chances de mantê-lo após a pandemia. 

As principais farmácias do Brasil já aderiram ao Consulta Remédios. Desde o início da pandemia, o aumento de pedidos no Consulta Remédios, foi de 215% comparado ao período anterior à quarentena (início de março). Mensalmente esse número aumenta 10%.

 

Além disso, os acessos mensais ao site aumentaram em 25%, chegando a bater mais de um milhão de acessos únicos diários.  

Fora os medicamentos, produtos de beleza e de pet shop também são comercializados por meio da plataforma.  

Tendo em vista todos esses dados, ficam evidentes as mudanças no comportamento do consumidor, que se manterá mesmo após a pandemia.

Por isso, é de extrema importância investir em meios para disponibilizar seu negócio on-line, para garantir o alcance do máximo de consumidores possíveis.

 

Nesse sentido, colocar sua farmácia no marketplace do Consulta Remédios se mostra uma opção viável e muito lucrativa, pois ajuda também com a criação de campanhas de divulgação, cupons de desconto e demais vantagens para você e seu cliente.